Solenidade marca posse da nova presidente de honra da Afapom

Por: Cb Erieles Pires Viríssimo , em 01/04/2015


Na tarde de terça-feira (24), aconteceu a posse da nova presidente de honra da Associação Filantrópica de Amparo aos Policiais Militares de Santa Catarina (Afapom). Assumiu o cargo, a sra. Alzeni Aparecida Schroh Hemm, esposa do comandante-geral, coronel Paulo Henrique Hemm, em substituição a Dra. Heloísa Crescenti Abdalla Freire, esposa do ex-comandante-geral, coronel RR Valdemir Cabral.

A solenidade contou com a presença do comandante-geral da PM, coronel Paulo Henrique, do ex-comandante-geral, coronel RR Valdemir Cabral, da presidente executiva da Afapom, Letícia Silva de Menezes, entre outras autoridades, oficiais e praças da reserva, além de voluntárias e associadas da Afapom.
A leitura de um breve histórico sobre o trabalho desenvolvido pela Afapom deu abertura ao evento. Em seguida, em homenagem às voluntárias que realizam significante trabalho junto à associação, a Banda de Música fez uma apresentação.
Após a homenagem, aconteceu a apresentação da diretoria da associação, e o ato de posse da nova presidente de honra.

De acordo com o estatuto da associação, a esposa do comandante-geral da PM ocupa o cargo de presidente de honra da Afapom. Então, tomou posse a senhora Alzeni Aparecida Schroh Hemm.

Ao se pronunciar, a presidente executiva, senhora Letícia, destacou que as ações da associação se dão no sentido de proporcionar aos policiais militares e seus dependentes, em vulnerabilidade, melhores condições de vida. “Muito foi feito pela causa da filantropia, muitos abnegados não mediaram esforços para nos prestar apoio, muitos objetivos perseguidos foram alcançados”, frisou Letícia. A presidente ainda agradeceu o empenho da Dra. Eloísa frente à presidência de honra, e deu as boas-vindas e desejou sucesso a sra. Alzeni no cargo.

A Dra. Heloísa, em seu discurso de despedida do cargo de presidente de honra, iniciou dizendo que as despedidas não precisam ser sempre tristes, mesmo que o usual é que sejam. “Mas não se trata de uma despedida, pois não pretendo me afastar da minha querida Afapom, entidade a que pertenço com muito orgulho desde a sua fundação no ano de 2006”, disse a ex-presidente. Ela também discorreu sobre o trabalho junto à associação no período em que esteve no cargo, das conquistas alcançadas em conjunto com as voluntárias e associadas, como o Comitê Regional da Afapom em Jaraguá do Sul, e agradeceu todas as pessoas que de uma forma ou outra contribuíram para essas conquistas.

Já a nova presidente de honra, sra. Alzeni, deu início a sua fala solicitando uma salva de palmas para as voluntárias da Afapom, que realizaram um importante trabalho em prol do bem-estar dos policiais militares, e merecem todo o respeito e carinho. Então, fez um agradecimento à idealizadora e fundadora da Afapom, sra. Nazaré Souza, “com seu espírito de doação, e amparada por outras esposas de militares com idênticos ideais, fizeram com que estivéssemos aqui hoje vivenciando este momento”, disse Alzeni. Ainda se disse honrada em poder fazer parte da associação, e que junto com a diretoria e colaboradores buscará tomar as decisões necessárias para dar continuidade ao bom andamento da Afapom. “Meu desejo é contribuir para que o objetivo desta associação continue a ser cumprido”, finalizou a preside te de honra.

O comandante-geral, coronel Paulo Henrique, também se pronunciou, e falou sobre a importância da solenidade, “pois quando se fala da Afapom, se remete a fraternidade, ternura, amor universal”. O comandante então se comprometeu a apoiar a associação na busca de ações que melhorem a vida dos policiais militares que necessitam de apoio. Agradeceu a Dra. Eloisa e a presidente executiva Letícia pelos esforços na concretização de projetos da associação, e desejou muitas luz e sabedoria a esposa Alzeni frente ao novo desafio, na nobre missão de beneficiar a família policial militar.

A Afapom
Foi criada em novembro de 2006, idealizada senhora Nasaré Souza, esposa do então comandante-geral da PM, coronel Edson Souza, com apoio de abnegadas esposas de militares e de algumas policiais militares. A associação, sem fins lucrativos, se mantém através de doações. Em setembro de 2009 foi declarada de utilidade pública municipal, pelo decreto 7.971, e em novembro de 2011, declarada de utilidade pública estadual, por meio da Lei 15.613.

O objetivo da Afapom é somar esforços na busca de recursos para promoção de ações voltadas primordialmente ao Hospital da Polícia Militar (HPM) Comandante Lara Ribas, bem como auxiliar os policiais militares mais necessitados, e seus dependentes, no tocante à saúde física e mental, ou, ainda, que se encontrem em situação de vulnerabilidade e calamidade social. A sua contribuição visa sempre à melhor integração entre os policiais militares e a corporação. Nesse sentido, essas doações são sempre norteadas por orientação do departamento de assistência social da PM.
A partir da sua fundação, as associadas e voluntárias têm se empenhado em diversas frentes de trabalho, visando angariar fundos para minimizar os momentos difíceis de militares e familiares. São exemplos das ações realizadas pelas voluntárias: visitas semanais aos pacientes HPM; Café & Arte - trabalhos de artesanato para venda; Lojinha “Cantinho Solidário” – funciona em sala cedida pelo HPM, com vendas do saldo dos bazares e doações de roupas e calçados por colaboradores; e Bazar com produtos apreendidos pela Receita Federal, que teve início em 2010.
O trabalho da Afapom irá contemplar a realização de um sonho, que é a construção de sua sede própria, uma das suas necessidades atuais.
Em 27 de novembro de 2014, foi implantado o primeiro Comitê Regional da Afapom no 14º Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Jaraguá do Sul.
(Cabo Erieles Pires Viríssimo – Jornalista CCS :: Fotos: cabo Paulo Santana - CCS)