Oficial da PM recebe o prêmio Governador Celso Ramos pelo trabalho desenvolvido junto ao SOS Desaparecidos

Publicado em: 27/08/2014


A Câmara Municipal de Florianópolis realizou nesta segunda-feira (18), uma sessão solene para a outorga da medalha Beata Joana de Gusmão e prêmio Governador Celso Ramos, destinados a homenagear pessoas que se destacam pelo trabalho voluntário à entidades filantrópicas, e pessoas que se destacaram na área pública, empresarial e política, respectivamente.

Neste ato, o coordenador do programa S.O.S. Desaparecidos, major Marcus Roberto Claudino, recebeu o prêmio Governador Celso Ramos pelo trabalho desenvolvido em prol das famílias catarinenses vitimadas pelo desaparecimento, bem como pela iniciativa pioneira da PMSC em ser a única polícia militar do Brasil a ter uma equipe exclusiva destinada ao problema do desaparecimento no Brasil, que assola mais de 200 mil famílias por ano, sendo mais de 40 mil crianças e adolescentes.

Além do major Marcus, foram agraciados com o prêmio Governador Celso Ramos o contabilista José Carlos da Silva, o empresário Jaime José Barcelos, o engenheiro civil Celso Ramos Filho, o ex-governador Espiridião Amim Helou Filho e o também ex-governador Jorge Konder Bornhausen.
Já a medalha Beata Joana de Gusmão foi concedida à Roseli Cassias Pereira, Elizabeth Teresa Donato das Neves, Renilda Terezinha da Silva, Lenny Baessa Nunes, Maria Evarina Farias de Pinho e Jaime Noboru Hatanaka.

(Infomações: major Marcus Roberto Claudino, coordenador SOS Desaparecidos :: Foto: divulgação)