Desde que foi criada, em 21 de setembro de 1893, a Banda de Música da Polícia Militar está presente nos principais acontecimentos da história de Santa Catarina, testemunhando momentos díspares de alegria ou de tristeza, manifestações de louvor, comoção, patriotismo, civismo, devoção, erudição e comemoração, dentre tantas outras.

Ao contrário do que muitos hoje em dia possam imaginar, dispor de uma Banda de Música não é um luxo ou capricho mantido pela Corporação por questões históricas. A existência delas é condição essencial para a manutenção da ritualística prevista no cerimonial, seja ele militar ou não. É com a Banda de Música que o Governador do Estado recebe altas autoridades internacionais, e também por ela que o povo catarinense despede-se, nas cerimônias fúnebres, de importantes personalidades de nosso Estado. Além de destacar comemorações cívicas como o Dia da Independência e o Dia da Bandeira, a música entoada pela Banda realça as solenidades cultivadas pela Polícia Militar e abrilhanta os principais eventos das comunidades em que atua.



A Banda que incita o sentimento de patriotismo quando executa o Hino Nacional, é a mesma que leva alegria e entretenimento as comunidades onde a Corporação realiza programas de inclusão social, como a Operação Cidadania, evento que tem por objetivo ser mais um indicativo de estreitamento da Polícia Militar com a comunidade. Afinal de contas, segurança pública também se faz ampliando a educação, a cultura e o lazer.

E é dessa maneira especial que nossa mais que centenária banda contribui sobremaneira para a produção de sensação de segurança pública. Em cada praça, em cada estádio, em cada rua, em cada teatro que o cidadão catarinense para, vê e ouve a Banda tocar, enxerga ali não apenas um músico, não apenas um policial militar. Ele reconhece em cada um dos seus integrantes um agente da paz social, oportunizando através da expressão cultural, a melodia harmoniosa da retidão e o ritmo tênue da tranqüilidade.

Por tudo isso, “O Piano Catarinense”, como é conhecida a Banda de Música da Polícia Militar, foi declarada patrimônio artístico e cultural do Estado de Santa Catarina.

Atualmente, a Banda tem como diretor-regente o subtenente Almir José da Silva.