Operações Especiais (Bope)

Operações Especiais (Bope)

O Batalhão de Operações Especiais (BOE) foi criado em 24 de março de 1994, possuindo suas origens na união das antigas Unidades Operacionais: o Esquadrão de Polícia Montada, Companhia de Choque (que pertencia ao 4º BPM), e o Pelotão de Policiamento com Cães (do 7º BPM).

Em 15 de dezembro de 1995, o Batalhão recebeu o reforço de 14 policiais, concluintes do primeiro Curso de Operações Especiais (Coesp) da Polícia Militar de Santa Catarina, denominados então de Comando de Operações Busca Resgate e Assalto (Cobra).

A partir de 25 de Outubro de 2005, a denominação da Unidade passou a ser Batalhão de Operações Policiais Especiais – Bope. Atualmente a Unidade de Elite da Polícia Militar é comandada pelo tenente-coronel Marcelo Cardoso, e , encontra-se sediado na rua Matias Kabuchi, 234 – Barreiros, São José.

O efetivo do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) é basicamente composto pelo Comando, Sub Comando, Estado-Maior, Pelotão de Comando e Serviço, pela Companhia de Operações Especiais (COE), e pelo Comando de Operações Busca Resgate e Assalto (Cobra), perfazendo um total de 103 policiais, tendo por missão geral:

- Combater ao Tráfico de Entorpecentes e ao Crime Organizado Estadual;
- Intervenção e Operações de Resgate de Reféns em Áreas Urbanas ou Rurais;
- Patrulhamento em Locais de Alto Risco;
- Captura de Criminosos em Áreas de Difícil Acesso;
- Ocupação, Manutenção e Retomada de Pontos Sensíveis.

O Bope atua com todos os integrantes das unidades operacionais, com alcance em todo o território catarinense, mediante ordem do Comandante-geral da Corporação e sob autorização desse e do Governo do Estado.

Galeria de Imagens

Operações Especiais (Bope)Operações Especiais (Bope)