1º BPM no combate ao tráfico de entorpecentes

Por: Estagiária Thais Cristina Lamin, em 06/01/2018


No ano de 2017, o 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) apreendeu aproximadamente 800 quilos de droga na cidade de Itajaí. As apreensões de drogas são fruto do incessante trabalho da Polícia Militar no combate diário ao tráfico de entorpecente. Segue abaixo uma síntese de tais resultados:

Em janeiro, foram apreendidos cerca de 282 quilos de maconha, 1.013 pontos de LSD e 3.534 comprimidos de ecstasy. O LSD e o ecstasy são drogas comumente utilizadas nas 'baladas'. O seu consumo acarreta mudanças psicológicas no organismo e pode levar à morte.

No mês de fevereiro, o 1º BPM apreendeu mais de 6 quilos de crack, além de 246 pontos de LSD e 132 comprimidos de ecstasy. O crack, por sua vez, é vendido em unidade e cada pedra pesa, em média, dez reais.

Em março, foram apreendidos mais de 131 quilos de maconha. A maconha é comercializada em torrões ou cigarros e tem efeito que pode variar desde a perda de coordenação motora até o aceleramento do coração (taquicardia), podendo levar a morte.

No mês de abril, a quantidade de maconha apreendida baixou para 6 quilos, assim como a quantidade crack, que reduziu para 27 gramas. No mesmo período ainda foram apreendidos mais 100 pontos de LSD e mais de um quilo de cocaína. A cocaína, leva a pessoa da extrema euforia à depressão, podendo causar taquicardia, espasmos musculares e convulsões.

Já em maio, a quantidade de cocaína apreendida subiu para 13 quilos, a maconha para 36 quilos, o crack também aumentou para mais de 1 quilo e a quantidade de ecstasy apreendida foi 30 comprimidos.

No mês de junho, o 1º BPM tirou das ruas mais de 95 quilos de maconha. Em julho, foram mais de 82 quilos. Somente em dois meses, foram 177 quilos a menos de maconha para o tráfico.

Em agosto, a quantidade de maconha apreendida voltou a subir: foram 89 quilos apreendidos. No mês de setembro, caiu para 1 quilo, e em outubro, foram 27 quilos apreendidos. Já em novembro, o número reduziu para 3 quilos.

Somados todos os meses*, no ano de 2017, o 1º BPM apreendeu, em média, 800 quilos de entorpecente, com destaque para a maconha, o crack, LSD e ecstasy. As drogas foram retiradas das ruas em ocorrências, operações policiais e barreiras. Todas as modalidades de policiamento que o batalhão tem a disposição contribuíram para esse número: Canil, Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (Rocam), Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), Radiopatrulha e policiamento velado da Agência de Inteligência (AI).

Os policiais militares do 1º BPM estão diuturnamente nas ruas para zelar pelo o que é mais importante: a sua segurança. .

*Exceto o mês de dezembro, em razão dos dados não estarem computados.

Ultimas Notícias Operacionais