11ªRPM apresenta dados ao Gabinete de Gestão Integrada de São José

Por: Soldado Vanessa Bueno, em 16/03/2017


A 11ª Região de Polícia Militar (RPM) apresentou, na manhã desta quarta-feira, 15, detalhes das ações de segurança realizadas em São José, que diminuíram furtos em 24% e roubos em 30% em todo o município. As estatísticas foram apresentadas pelo comandante da 11ª RPM, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, juntamente com o comandante do 7º Batalhão de Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Fernando André da Silva, durante a primeira reunião do Gabinete de Gestão Integrada (GGI). Na ocasião, o coronel Araújo Gomes ressaltou que a região do Kobrasol, Campinas e Barreiros se destaca pela maior concentração de crimes conta o patrimônio, representando 50% das ocorrências: “As estatísticas mostram uma redução considerável de furto e roubo devido às intervenções que estão sendo feitas nas últimas semanas no município”, explicou o comandante.

Os dados são referentes aos últimos 30 dias e foram comparados com o mesmo período do ano de 2016. De acordo com o levantamento da Corporação, além da redução de crimes, as ações da polícia resultaram também em migração delitiva, demonstrando que nos locais de operação ou de funcionamento de programas institucionais, como o Rede de Vizinhos, os resultados vêm sendo positivos quanto a prática criminal, evidenciando, consequentemente, uma redução na sensação de medo e insegurança das pessoas.

A secretária de Segurança, Defesa Social e Trânsito de São José, Andréa Pacheco, salientou que a partir das estatísticas, o GGI fará um planejamento de segurança para 2017: “Este ano, teremos um orçamento específico para a segurança do município, possibilitando o custeio de ações efetivas que o Gabinete de Gestão planejar para garantir segurança aos moradores; adquirir novas viaturas para a Guarda Municipal e coibir os furtos e roubos, que são os crimes mais praticados na cidade”, reforçou a secretaria.

A primeira atividade do GGI deste ano será a aquisição de um software, que permitirá conversar e integrar ainda mais as instituições envolvidas com a segurança da população josefense. Todas as informações de São José ficarão na mesma plataforma para que os integrantes possam usufruir dos dados, que poderão ser usados para análises e soluções de diversos problemas.O secretário adjunto de Segurança, coronel da reserva remunerada Vânio Dalmarco, explicou que o software fará a integração das secretarias de Segurança, Educação, Saúde e Assistência Social: “Além de ocorrências do município, vão constar dados sociais, problemas de trânsito e áreas da Defesa Civil para construirmos um conjunto de informações em uma única plataforma”, complementou o secretário adjunto.

As informações da Polícia Militar vêm de interações de rua, visitas preventivas em comércios, onde os policiais militares entram nos estabelecimentos duas ou três vezes por mês, buscando informações de vítimas e queixas, além de prestar orientações de segurança. Os dados indicam que, embora o território seja grande, a intervenção pode ser direcionada e localizada, que tem sido realizada pelos órgãos responsáveis pela segurança da cidade.

Participaram da reunião do GGI, também o chefe de Estado-Maior da 11ªRPM, tenente-coronel Gelásio Pires, delegado regional da Polícia Civil, Fabiano Ribeiro da Rocha, além de representantes da Guarda Municipal e da Secretaria de Assistência Social de São José, que trouxeram à tona problemas relacionados aos moradores de rua e guardadores de carros.

(Texto: adaptado site PMSJ | Fotos: soldado Vanessa Bueno, aux P5 da 11ªRPM)

Ultimas Notícias Institucionais