Btl é agraciado com a Medalha Anita Garibaldi

Por: 920229, em 22/03/2006


Na noite de ontem (terça 21), o Governo do Estado entregou a Medalha de Mérito Anita Garibaldi a 10 personalidades, entre elas o Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE) da Polícia Militar. A solenidade foi realizada no Teatro Álvaro de Carvalho, em Florianópolis.

A Comenda, que simboliza a bravura catarinense, é entregue a pessoas físicas e jurídicas, nacionais e estrangeiras que tenham se distinguido nas suas atividades e contribuído para o engrandecimento do Estado. Desde a sua criação, em 9 de março de 1979, 281 pessoas receberam a condecoração, sendo 31 de ouro, 86 de prata e 164 de bronze. Desta lista fazem parte o pintor Willy Alfredo Zumblick, o entomologista Fritz Plaumann, a família de navegadores Schurmann, o navegador Amyr Klink e o tenista Gustavo Kuerten.

O Governador Luiz Henrique da Silveira e o Comandante Geral da PMSC, Coronel Bruno Knihs, fizeram a entrega da Medalha Anita Garibaldi ao Comandante do BOPE, Tenente-Coronel Valdemir Cabral (foto).

Além do Batalhão de Operações Policiais Especiais (BOPE), também foram foram agraciados:

 

- ARTHUR MOREIRA LIMA (bronze): natural do Rio de Janeiro, ganhou projeção internacional no Concurso Chopin de Varsóvia, Leeds (Inglaterra) e Tchaikovsky (Moscou). Tocou com as filarmônicas de Lelingrado, Moscou e Varsóvia, e as sinfônicas de Berlim, Viena, Praga, BBC (Londres) e Nacional da França. Recebeu o Prêmio Sharp duas vezes. Gravou nos Estados Unidos, Inglaterra, Rússia, Japão, Suíça, Bulgária e Polônia. No repertório: Bach, Beethoven e Mozart (as sonatas famosas), Chopin (íntegral da obra para piano e orquestra com a Filarmônica de Sofia, todos os Noturnos, Polonaises, Valsas, Prelúdios e Scherzi); nos Estados Unidos, uma antologia da obra pianística de Villa-Lobos (três CDs), de Radamés Gnattali e de Tchaikovsky.

- CARLOS WILSON CAMPOS (prata): pernambucano nascido em 1950, preside da Infraero desde janeiro de 2003. Antes de ser eleito senador em 1994, foi secretário nacional de Irrigação na administração de Itamar Franco, vice-governador na gestão de Miguel Arraes e assumiu o comando do Governo do Estado por 11 meses e meio em 1990. Na Câmara dos Deputados permaneceu por três legislaturas, onde ocupou o cargo de vice-presidente (1985-1987). Na sua gestão à frente da Infraero inaugurou a modernização dos aeroportos de Joinville, São Paulo, Campina Grande, Petrolina e Brasília.

- SHYAM KAMATH (bronze): com título de pós-doutorado pela Universidade Simon Fraser e doutor honoris causa pela Universidade de Deli, é diretor de Programas Executivos da CSU, Hayward, onde também é professor de Economia, e fundador e membro do conselho de diretores da Tetrex Indústria de Corporação Internacional e Star-Desenvolvimento Internacional. Presta consultoria para mais de 80 empresas em três continentes e é autor de A Política Econômica do Mercado em Recessão (Oxford University Press) e co-autor de Excelência em Exportação (Govt. of Canadá Press).

- PAULO MACARINI (ouro): ex-conselheiro da República, o ex-deputado federal cujo mantado foi cassado pelo AI-5 (1969) e teve seus direitos políticos suspensos por 10 anos. Falecido em janeiro deste ano, ele nasceu em Capinzal, em 1932, e era advogado. Participou da fundação do MDB em 1966. É autor do projeto de anistia aos estudantes e trabalhadores punidos por motivos políticos (1968) e constou na relação dos 10 melhores parlamentares de 1964 a 1968, conforme escolha do Comitê de Imprensa da Câmara dos Deputados. Além de vereador, também foi delegado regional do Plano de Valorização Econômica da Região Fronteira Sudoeste do País, secretário de Estado dos Negócios da Justiça e do Trabalho (1961 e 1962) e secretário de Estado do Planejamento (gestão Pedro Ivo/Casildo Maldaner) e presidente nacional do Iapas.

- LUIZ BORGES JÚNIOR (bronze): diretor da Mafrai Fruticultura Ltda, de Fraiburgo e presidente da Comissão Nacional de Fruticultura da Confederação Nacional da Agricultura, nasceu em 1942, em Lages. É engenheiro agrônomo formado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul e, atualmente, ocupa o cargo de presidente do Conselho do Instituto Brasileiro de Frutas, além de integrar o Conselho de Produção Integrada de Frutas do Mapa, desde 2002. Já foi presidente da Associação Catarinense de Fruticultores de Clima Temperado e da Associação dos Fruticultores de Fraiburgo, além da Associação Brasileira de Produtores de Maçã e vice-presidente da Comissão Nacional de Fruticultura da Confederação Nacional da Agricultura.


- JOSÉ NILO VALLE (bronze): diretor e regente da Orquestra Sinfônica de Santa Catarina, nasceu em Nova Trento e cursou a Faculdade de Educação Musical do Paraná e a Escola Nacional de Música da Universidade Federal do Rio de Janeiro. É doutor em regência orquestral e operística pela Universidade de Washington. Nos Estados Unidos, regeu a U. Washington Symphony Orchestra, a Northwest Symphony Orchestra, atuou em produções de óperas da Washington University e escreveu o livro Linguagem e Estruturação Musical.

- JOSÉ ANTÔNIO BARCELLOS DE MELLO (bronze): músico e maestro nascido em 1943, em Rio Grande (RS), é engenheiro químico formado pela Escola de Engenharia Industrial de Rio Grande. Em 2005, recebeu a Medalha Cruz e Souza; em 2003, Cidadão Honorário de Joinville e, em 1998, Empresário do Ano em Porto Alegre. Entre as palestras já proferidas estão Custos numa Indústria de Borracha, Contratação de Artigos Elastoméricos Moldados, Tecnologia dos Elastômeros e Artefatos Expandidos por Compressão.

OSCAR CAMILIÓN (prata): ex-chefe de redação do jornal argentino Clarin (1965 a 1972), é advogado formado pela Universidade de Buenos Aires, onde desempenhou o cargo de Chefe de Estudos no Instituto de Direito Político. Além disso, foi ministro da Defesa da Nação (1993-1996); secretário-geral-adjunto da Organização das Nações Unidas (1987-1993); ministro das Relações Exteriores (1981), embaixador argentino no Brasil (1976-1981); e vice-ministro das Relações Exteriores (1961-1962). É autor de Memórias Políticas. De Frondizi a Menem e escreveu ensaios de teoria política, história das idéias políticas e política internacional em revistas de vários países.

- DEPARTAMENTO ESTADUAL DE INVESTIGAÇÕES CRIMINAIS (bronze)

- FÁBIO PERINI (bronze): natural da Toscana (Itália), fundou a Perini Navy para construção de yatch de vela, com embarcações com mais de 40 metros. Neste ano, a empresa lançará o navio Maltese Falcon, com 87 metros. Em 1966, fundou a Fabio Perini, líder mundial na produção de maquinários para transformação do papel tissue em bobinas de uso doméstico. Em 1991, Fábio Perini foi nomeado pelo governo italiano com o título de Cavalheiro do Trabalho.

- CLEUSA CORAL-GHANEM (bronze): doutora em Ciências pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, é diretora do Hospital de Olhos Sadalla Amin Ghanem e responsável pelo Departamento de Lentes de Contato. Integra o Conselho da Sociedade Brasileira de Lentes de Contato, Córnea e Refratometria, a International Contacto Lens Society of Ophthalmologists e a Comissão de Publicações do Conselho Brasileiro de Oftalmologia.

(AM) (Com informações da SECom)

Ultimas Notícias Institucionais

  • Palhoça

    16º BPM encerra cursos de extensão ...
    19/03/2019
  • Projeto

    12ª RPM avança tratativas para impl...
    18/03/2019
  • Proteção

    PM realiza palestra sobre Rede Catari...
    15/03/2019
  • Reconhecimento

    28º BPM: policial é homenageado em ...
    15/03/2019
  • Mudanças

    Ambiental de Joaçaba tem novo comand...
    13/03/2019
  • 10º BPM

    Policiais do 10º BPM participam de p...
    12/03/2019
  • Rede de Segurança Escolar

    Fronteira: policiais de Paraíso real...
    12/03/2019
  • 13º BPM

    Rede de Vizinhos é expandida na cida...
    11/03/2019
  • Reconhecimento

    Palhoça: 16º BPM homenageia policia...
    08/03/2019
  • Fronteira

    11°BPM/Fron: Policiais Militares rec...
    08/03/2019