Ação conjunta entre PM e Cidasc flagra rinha de galo

Por: Soldado Analu Koniuchowicz, em 10/10/2017


Esta semana, a guarnição da Polícia Militar Ambiental de Tijucas realizou no interior do município, atendimento a pedido do Ministério Público Estadual para verificar existência da prática de rinha de galo e a incidência do crime de maus-tratos a animais. Diante dos dados iniciais, foi realizado um trabalho de inteligência e obtidas informações necessárias para realização da ação conjunta entre o 2º Pelotão da Polícia Militar Ambiental (Tijucas), 3ª Companhia da Polícia Militar (Tijucas) e a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc). As guarnições foram ao local identificado e flagraram a prática de rinha de galo.

Estavam no local cooperando para a prática 41 pessoas, entre elas quatro menores e duas mulheres, atentos ao duelo de dois galos, já postos no equipamento conhecido como tambor (local das brigas).

Ainda, foram localizados galos presos em baias individuais para serem utilizados na prática da rinha, outro já morto e uma pequena criação dessas aves. Foram apreendidos petrechos diversos como esporas, biqueiras, seringa descartável e bisnagas de medicamentos diversos.

Finalizando a ocorrência, foi realizado levantamento fotográfico dos materiais apreendidos, das aves apreendidas e qualificação das pessoas envolvidas para responsabilização penal e administrativa. Os fiscais da Cidasc fizeram a lavraturas dos competentes documentos e apreensão das aves para destinação ao abate.

Texto e fotos: soldado Jurema Klanovicz, P5 PMA Tijucas

Ultimas Notícias Operacionais