Assistência social auxilia militares nas adversidades

Por: Sd Analu Koniuchowicz, em 03/10/2013


A Polícia Militar de Santa Catarina dispõe de um serviço que poucos militares conhecem e que tem mostrado fundamental importância nos momentos de aflição e dor. É o Serviço Social, que tem como objetivo contribuir para a humanização e fortalecimento das relações, além de dar resposta às demandas dos usuários, garantindo e viabilizando o acesso aos direitos assegurados constitucionalmente. Em outras palavras, a equipe composta por três assistentes sociais, que estão à disposição diuturnamente, auxilia o policial militar em questões familiares (problemas financeiros, violência doméstica, conflitos), orientação jurídica, dependência química, seleção dos funcionários da creche da PM e supervisão dos estagiários.


Para ter acesso ao serviço, basta ir ao Hospital da Polícia Militar (HPM) em Florianópolis, local onde ficam os assistentes cabo Ricardo José de Souza e Mara Rosangela Lima Pelissari, esta, funcionária civil que está no quadro da PM há 27 anos. A terceira assistente, a soldado Daniela Martins, esta alocada na 11ª Região de Polícia Militar (RPM).


Recentemente, a equipe mostrou a importância do trabalho ao prestar auxílio às famílias dos policiais que perderam tragicamente suas vidas em Imbituba e Lages. Os assistentes se deslocaram para garantir que o sargento José Antonio dos Santos, morto com um tiro durante uma operação militar em Imbituba, recebesse o atendimento adequado durante o tempo que passou no hospital. Posteriormente, ajudaram com questões relacionadas ao velório, além de verificar os benefícios que a pessoa tem por ser militar e prestar o respaldo emocional à família durante todo o momento crítico.


O serviço de assistência social trabalha em parceria com a equipe de psicologia, formando um grupo multidisciplinar. Os psicólogos tratam de questões mais pontuais, além do tempo ser delimitado.


De acordo com o Plano de Comando o objetivo é ter um assistente social e um psicólogo em cada RPM, para que todos os policiais militares sejam plenamente atendidos. Nos locais onde não há assistentes sociais o psicólogo é o elo de ligação com o serviço aqui na capital.
O serviço social existe desde 1979 na PM e é oferecido gratuitamente. Os telefones de contato são (48)3229-6542/6541 (HPM) e (48)3357-5221 (11ªRPM).

(Publicação, texto e foto: Soldado Analu Koniuchowicz, jornalista responsável, CCS)


Ultimas Notícias Institucionais

  • 4ª RPM/Fron

    Comandante do 14º RCMec visita a PM ...
    19/07/2019
  • Oeste

    Capelão da PMSC faz visita à 9ª RP...
    19/07/2019
  • 4ª RPM/Fron

    Comandante regional visita grupamento...
    18/07/2019
  • Conhecimento

    Alunos do CATE recebem aula de Operaç...
    17/07/2019
  • Integração

    Policia Militar realiza palestra para...
    16/07/2019
  • Força Reserva

    Comando da 10ª RPM recebe visita de ...
    16/07/2019
  • Saúde

    Em comemoração ao aniversário da u...
    15/07/2019
  • 27º BPM

    Proerd forma 366 alunos em São Fran...
    15/07/2019
  • Comemoração

    Cerimônia alusiva aos 10 anos do 19º...
    15/07/2019
  • 11º BPM/Fron

    PM participa do projeto ''Formar para...
    12/07/2019