Por telefone, policial militar de Pinhalzinho salva bebê engasgado

Por: Cabo Aérikison Rifam Laurindo, em 11/01/2018


No primeiro dia do ano, logo após a meia-noite, enquanto a maioria das pessoas comemorava a chegada do ano novo, no oeste do Estado, a Polícia Militar, através do telefone 190, salvava a vida de um bebê de apenas um mês, que estava engasgado, em zona rural, a 25 Km do socorro mais próximo. O bebê passa bem e a família até foi ao quartel visitar e a gradecer pessoalmente o policial.

Tudo começou quando a Polícia Militar de Pinhalzinho recebeu uma chamada pelo telefone de emergência 190; essa ligação era da Linha Josefina, interior do município de Águas Frias, onde uma mãe desesperada pedia ajuda, pois seu filho, um bebê de apenas um mês de vida, estava engasgado, não conseguia respirar, e já estava ficando roxo. De imediato, o operador da Central de Operações Policiais Militares (Copom), o soldado Jacir Hart de Rezende, pediu para que ela orientasse que outra pessoa da família ligasse para o Corpo de Bombeiros 193, e enquanto isso repassou orientações para a mãe “colocar a criança sob seu braço, de barriga para baixo, e com a cabeça inclinada para baixo, bater suavemente nas costas com a mão aberta para reanimar a criança”, lembra o policial.

Foram 11 minutos de tensão em que o operador ficou orientando a mulher pelo telefone e, ao mesmo tempo, acalmando ela até que a criança voltou a respirar. Assim que ela confirmou que o bebê estava melhor, o operador pegou os dados necessários e acionou o Corpo de Bombeiros de Pinhalzinho, que deslocou até a residência, aproximadamente 25 km de distância. Já no local, os bombeiros fizeram os procedimentos e conduziram a criança até o Hospital de Pinhalzinho, onde recebeu atendimento médico. Mais tarde, o policiais fez contato com os pais do menino, que confirmaram que o bebê Matheus estava bem, agradeceram a ajuda, e disseram que as orientações haviam salvado a vida do filho deles.

No dia 4, a família foi até o quartel da Polícia Militar visitar o soldado Rezende e agradecer, e levou o bebê junto. O policial pôde conhecer o pequeno que ajudou a salvar. Na oportunidade o soldado também entregou como presente um mascote do Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), um mascote da Polícia Militar Ambiental e uma viatura de brinquedo ao pequeno.

A ocorrência de salvamento foi destaque em dezenas de veículos de comunicação locais, regionais e estaduais. Algumas matérias podem ser verificados nos links abaixo:

G1 - SC

Balanço Geral Chapecó

Site Roberto Lorenzon

Ultimas Notícias Institucionais