São Lourenço do Oeste: PM realiza operações preventivas, prende foragido e aprende armas

Por: Soldado Aérikison Rifam Laurindo, em 28/08/2013


O mês de agosto tem sido de muito trabalho aos policiais militares da 5ª Companhia (Cia) do 2º Batalhão de Polícia Militar/Fronteira (BPM/Fron), com sede em São Lourenço do Oeste, cidade que fica a aproximadamente 100 quilômetros de Chapecó e faz divisa com o Estado do Paraná.

Na última quarta-feira (21), após um levantamento de informações, policiais militares realizaram a prisão de um foragido da justiça, um homem de 22 anos que é acusado de estupro de vulnerável, cometido contra uma criança de apenas oito anos de idade. O crime ocorreu ainda em 27 de julho de 2013, por volta das 18h00min, na linha Frederico Wastner, interior do município e causou muita revolta e comoção social. O suspeito encontrava-se foragido desde o dia do crime. Diante disso, havia sido expedido o mandado de prisão do mesmo, pela juíza de Direito da Comarca do município.

Dias antes, no sábado (17), durante operações preventivas os policiais militares já haviam realizado a prisão de dois homens que estavam portando armas de fogo. As armas apreendidas foram uma pistola calibre .22 que estava em posse um homem de 20 anos e um revolver calibre .38 que estava em posse um homem de 22 anos, ambos foram presos em flagrante, sendo conduzidos a delegacia de Policia Civil para a lavratura do auto de prisão em flagrante.

Ainda na quarta-feira (14), uma semana antes da prisão do suspeito de estupro, os policiais militares realizaram a prisão de um homem de 19 anos por embriaguez ao volante. Importante destacar que no momento da prisão ele estava conduzindo um veículo GM Corsa em atitude suspeita e como carona, estavam um homem de 18 e outro de 27 anos, todos com grande histórico policial por crimes como homicídio, furto, receptação e trafico de drogas. O condutor foi entregue na delegacia, já os dois caronas foram liberados após averiguação. O veículo também foi apreendido por problemas na documentação.



A fiscalização deve continuar forte na cidade, uma vez que a mesma é fronteiriça e está em pleno crescimento, fato que também atrai os olhares de pessoas mal intencionadas.

(Publicado por soldado Aérikison Rifam Laurindo, com informações e fotos enviadas pelo capitão Evandro Vieira, comandante da 5ª/2º BPM/Fron)

Ultimas Notícias Operacionais