Policial militar catarinense obtém 1ª colocação no Brasileiro de Mondioring

Nos dias 18 e 19 de novembro, aconteceu na cidade de Canoas (RS), na sede do 15º Batalhão da Brigada Militar (BPM), a segunda etapa do campeonato Brasileiro de Mondioring, esporte canino que tem como objetivo a avaliação da qualidade de capacidade física, psicológica e de defesa de cães de guarda, bem como consistência de seu treinamento. O cabo Daniel Bianchini Torres, lotado em Rodeio e morador de Timbó, com seu cão, da raça pastor alemão, Baron do Proteção Fiel, totalizou 345 pontos nas duas etapas do campeonato brasileiro realizadas em 2017, colocando a dupla na primeira colocação do ranking nacional.

A edição do evento contou com número recorde de participantes, tendo concorrido 21 duplas homem/cão na categoria 1, oito na categoria 2 e dois na categoria 3, sendo o maior evento nacional desde a inserção da modalidade no Brasil, em meados dos anos 2000.
Uma das características do esporte é, justamente, a variação da ordem dos exercícios e do cenário no qual se desenrola a prova, prestigiando a generalização do treinamento do animal. Neste evento a prova teve como tema os 180 anos da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, e contou com equipamentos e distrações para o animal relacionadas ao cotidiano da atividade policial. Bianchini e seu cão alcançaram a primeira colocação no ranking geral brasileiro por manterem a regularidade na pontuação diante a somatória das duas provas. Nesta última edição, o binômio homem/cão somou 176 pontos em sua apresentação, já na etapa anterior foram 169 pontos.

Um cão para receber a titulação de Mondioring categoria 1 precisa realizar duas provas somando, no mínimo, 160 pontos sobre 200 em cada uma, para poder concorrer na categoria 2. Sendo assim, Baron - que tem o apelido de Thor - está apto a concorrer na categoria 2, no campeonato do próximo ano, que já tem previstas três provas, uma novamente no Rio Grande do Sul, outra em São Paulo e uma em Santa Catarina.
Texto:Paula Leitão I Fotos: divulgação