Heróis, por Luiz Carlos Prates

*Luiz Carlos Prates

Quem é que sobe morro sem saber se volta vivo? Quem é que se joga num riacho sujo para salvar uma pessoa e o faz ainda que esteja de folga ? Quem é que ganha pouco, muito pouco, e se esfola todos os dias para manter a ordem e dar segurança às pessoas?

Claro, você é uma pessoa inteligente, você respondeu a Polícia Militar. Podia ter respondido a Polícia Civil, e estaria certo de igual modo. Mas hoje eu quero falar da PM.

Veja esta manchete que me chega de São Paulo: - “Aumenta número de PMs em tratamento psicológico”. Pudera, os policiais só enfrentam caras tortas, não amigáveis e dispostas a tudo...

Dia destes, um dos nossos PMs aqui no Estado viveu uma crise emocional. Foi duramente criticado, não foram criticados, todavia, os “pequenos” desordeiros que perturbavam o sossego alheio. Pivetes que repassam à sociedade a rédea frouxa de suas famílias. Por que a imprensa hipócrita não descreveu em pormenores o que as “crianças” estavam fazendo, fazendo na rua, quando deveriam estar em casa?

O curioso é que essa sociedade hipócrita quando em necessidade sabe direitinho o telefone da Polícia Militar, direitinho. Quando estão em apuros sabem gritar pelos PMs...

Eu gostaria de dar uma farda e a missão a esses críticos de pijamas para que subissem um morro à noite, cara a cara com bandidos que não relevam nem a mãe, gostaria de ver-lhes a coragem. Queria vê-los em ação não apenas por um dia, mas por todos os dias como fazem os policiais.

Uma pessoa nervosa, afetada por graves tensões, tem que ser compreendida, ajudada, jamais acusada. Além disso, o que há de gente “bacana” encostada em falsas licenças-médicas é assustador caso de polícia aqui no Estado... E é gente que não se expõe a riscos, que sai para o trabalho e volta para ver a novela, sem sustos, sem ameaças.

Meu caloroso, afetivo e incondicional apoio aos nossos policiais. E no caso do PM que passou por maus momentos, minha compreensão e minha mão estendida, irmão.

* O jornalista é comentarista do SBT-SC e colunista dos jornais O Tempo (Araranguá), Biguaçu em Foco (Biguaçu), Município Dia a Dia (Brusque), Folha da Cidade (Caçador), Informe (Caçador), Diário do iguaçu (Chapecó), Sul Brasil (Chapecó), Voz do Oeste (Chapecó), Voz Regional (Concórdia), A Tribuna (Criciúma), Jornal da Manhã (Criciúma), A Hora do Sul (Criciúma), Diário da Cidade (Itajaí), O Atlântico (Itapema), O Vale (Joaçaba), Raízes Diário (Joaçaba), Correio Lageano (Lages), O Comércio (Porto União), Perfil (Rio Negrinho), A Gazeta (São Bento do Sul), Correio do Sul (Sombrio), Jornal Amorim (Sombrio) e Correio de Videira (Videira).

(Publicado por capítão Alessandro Marques, do CCS)