Cavalaria é objeto de estudo de TCC

Os cavalos do Regimento de Polícia Militar Montada (Cavalaria) foram tema de estudo do trabalho de conclusão de curso intitulado “Reatividade de Potros da Polícia Militar de Santa Catarina: Avaliação Inicial”, da acadêmica Maria Eugênia Gaya Maçaneiro, do curso de Zootecnia da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC).

O estudo teve como objetivo avaliar e descrever as características comportamentais e a expressão da reatividade de potros da Polícia Militar de Santa Catarina, visando atender melhor as demandas existentes na instituição, já que os cavalos são utilizados para uma grande variedade de atividades, desde patrulhas básicas, até o controle de motim e desfiles oficiais, tornando seu trabalho desafiador e trazendo a necessidade de um prognóstico de seu temperamento.

O trabalho foi orientado pelo professor Márcio Cinachi Pereira. A execução da pesquisa contou com o apoio do capitão Fernando Jahn Bessa e do subtenente da reserva remunerada, Clóvis Coan, que também foi um dos membros da banca avaliadora do trabalho.
O professor Márcio pontua a importância do resultado da pesquisa. “A criação e produção deste animal pela PMSC juntamente com a UFSC permitirá maior controle de todo processo, desde o acasalamento das éguas e garanhões, passando pelo nascimento, criação e treinamento dos animais para o patrulhamento Militar”.
Esta é a primeira fase para desenvolver os testes de seleção de comportamento de cavalos de patrulhamento e novos estudos devem ser realizados. “O trabalho de conclusão de curso teve como objetivo analisar e descrever as diferentes metodologias que ajudam a entender a reatividade e o comportamento de potros da PMSC, visando subsidiar posteriormente a elaboração de um programa de criação e seleção de equinos para o cumprimento das missões do processo de policiamento montado”, finaliza o professor Márcio.