O equilíbrio para ser mais feliz

Quando observo o estilo de vida da maioria das pessoas, percebo muita correria sem sentido, vida cheia de preocupações, falta de alegria e angústia.

O objetivo deste texto é levar o poder do conhecimento e a capacidade de melhorar a sua qualidade de vida.

Fala-se muito em qualidade de vida. Viver em equilíbrio parece ser a mensagem deste século.

Quando constatamos que entre os remédios mais vendidos do mundo estão um ansiolítico, o LEXOTAN, e um antidepressivo, o PROZAC, vemos que muita gente rompeu com princípios simples, como dormir, relaxar, praticar atividade física sistemática, alimentação adequada... Mas nosso organismo é mágico. Ele consegue, muitas vezes, durante 40 anos ou mais, manter a pessoa sem nenhuma doença, mesmo que sem saúde. Sim, porque a maioria das pessoas não tem doença, mas o problema é que também não tem saúde.

Precisamos recuperar o encantamento com a vida, o entusiasmo. Saúde é ter alegria, energia, vitalidade, disposição. Saúde é um processo biopsicossocial de equilíbrio do organismo.

O que faz a diferença são nossos hábitos destruidores. Um estilo de vida de desrespeito a nossa saúde.

O meio ambiente, o meio social, suas emoções, seus hábitos, a maneira como você administra seu tempo... Tudo se reflete em sua forma de viver. A maneira que você vive é que determina tudo.

Você não precisa ter um infarto, ficar depressivo, ver desmoronar toda sua vida para tomar uma decisão que o conduza a uma vida mais agradável.

O segredo, portanto, está no equilíbrio para tornar a existência mais leve, ter uma vida mais longa e, sobretudo, para ser mais feliz. Esse é o verdadeiro sentido, esse é o valor que devemos perseguir. A construção de uma vida de boa qualidade não depende de um aspecto isolado. A complexidade da vida tem a medida que lhe damos.

Seu corpo é você... Você mora nele.

Minha pretensão não é ensinar o óbvio. A minha intenção é apenas enfatizar detalhes que poucas pessoas dedicam atenção. O que me interessa é provocar a reflexão.

Seu destino será outro – e muito melhor, assim que você começar a mudar alguns hábitos.

A mudança começa por pequenos gestos. Pode ser uma curta caminhada por exemplo. A reação é maravilhosa. Parece que nosso corpo está à espera que se faça alguma coisa por ele. Através deste gesto atingimos objetivos maiores, fortalecemos o coração e ajudamos o cérebro a funcionar melhor, então começamos a elevar nossa qualidade de vida.

Nosso organismo está sempre mostrando, por dores, insônia, mal estar, etc, que alguma coisa anda errado, porém quase nunca o escutamos. Tudo tem uma causa. Quando ele falar, escute. Pare um minuto! Pare uma hora, mas pare!

Costumo dizer a meus pacientes, que se você não parar com a vida, a vida para com você. Você é o único que pode criar esse tempo em sua vida... Não fuja de si mesmo. O grande encontro é com você.

O que precisamos entender é que, quanto mais estivermos envolvidos com nosso corpo, mais aquietaremos nossa mente, estaremos emocionalmente mais equilibrados.

Se você acha que sabe tudo pra ter uma vida melhor, mas não fez nenhuma mudança, esqueça... Saber e não fazer ainda não é saber.

Algumas pessoas acham que conhecer a teoria é o bastante para criar sua realidade, sem que nada mais precise ser feito. Não por acaso se diz que na prática a teoria é outra.

Fui percebendo ao longo do tempo o que as pessoas ganham quando se põem a fazer. Você é hoje aquilo que tem pensado nos últimos tempos. É preciso ficar claro que você fez a sua vida. O que diferencia aquele que consegue, daquele que não consegue é o FAZER.

Sei que parece um tanto ousado, mas a intenção é mesmo chocar. Somos todos dependentes da saúde e está comprovado que o desempenho físico nos proporciona outra postura mental e emocional.

Dormir, acordar e trabalhar de forma que não gratifique vai destruindo a saúde física e mental. Os acontecimentos cotidianos afetam a todos, porém cada um reage à sua maneira.

Quem oscila de humor com freqüência está fora do eixo. Esse é um dos sintomas de desequilíbrio interno que percebo como sinal de alerta importante. Quem se encontra nesse estado, necessita começar a dormir melhor, caminhar e, principalmente ter uma rotina de relaxamento. Irritabilidade e mau humor freqüente são alertas preciosos.

Em resumo, a idéia básica é: Qualidade de vida é uma busca permanente do equilíbrio entre diversas atividades que desempenhamos todos os dias (trabalho, família, lazer, esportes, compromissos sociais e muitos outros).

Alcançar esse equilíbrio exige método e disciplina. Mas isso quero compartilhar com você no próximo encontro. Espero que este nosso papo inspire você.

Entretanto, há ainda um lembrete que quero deixar. Uma citação de um homem visionário que entrou para a história como um dos maiores cientistas da humanidade.

"NÃO SE PODE ENSINAR ALGUMA COISA AO HOMEM, APENAS AJUDÁ-LO A ENCONTRÁ-LO DENTRO DE SI". Galileu Galilei

Com carinho,

Sueli Cisne Coutinho
Psicóloga- HPM
CRP- 12/01181