Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Bem-Te-Vi

Coronel Adilson Luiz da Silva assina reserva remunerada


Em solenidade realizada nesta sexta-feira, 1º, no salão nobre da sede do Comando-Geral da Polícia Militar de Santa Catarina, em Florianópolis, o coronel Adilson Luiz da Silva realizou a sua passagem para a reserva remunerada. Com a presença do comandante-geral da PMSC, coronel Marcelo Pontes, Adilson recebeu na oportunidade a Medalha de Lealdade e Constância, em reconhecimento aos serviços realizados em favor da corporação.

Segundo o comandante-geral da PMSC, a solenidade “serve para perpetuar o reconhecimento ao oficial que ingressa na reserva remunerada, após tantos anos de dedicação e comprometimento à nossa Polícia Militar”. O coronel Ademar Casanova, colega de turma do coronel Adilson, realizou a leitura do elogio ao oficial que se despede. “Sua marca sempre foi o trabalho e estudo. Por toda a evolução trazida pelo seu trabalho, nós da PMSC deixamos aqui o nosso agradecimento”, afirmou Casanova.

Em seu discurso emocionado, Adilson agradeceu à família, aos companheiros da turma do Colégio Militar. “Muito especialmente, gostaria de lembrar da minha turma do Colégio Militar, que entramos em 1985 em 90 alunos e nos formamos em 1987 em apenas 21, dos quais 15 se tornaram coronéis”, lembrou. Além disso, Adilson lembrou de vários momentos da sua carreira militar e finalizou: “Por trás das conquistas existem sacrifícios que as pessoas não veem, e vocês me ajudaram a tornar esse fardo mais leve, obrigado”.

Natural de São Francisco do Sul, atualmente com 53 anos, o coronel Adilson Luiz da Silva entra para a reserva da PMSC após 35 anos de serviço e quase cinco anos como coronel. Entre as principais funções que exerceu está o comando da Agência Central de Inteligência (ACI), as chefias das Casas Militares do Tribunal de Justiça e do Ministério Público de Santa Catarina e, atualmente, Adilson é o responsável pelo desenvolvimento do projeto do Observatório de Segurança Pública de Santa Catarina, junto ao Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, onde deverá manter-se na reserva, como Oficial do Corpo de Temporário de Inativos da Segurança Pública (CTISP).

Clique aqui e confira mais fotos da solenidade.

Texto: Marcelo Passamai

Fotos: 3º Sargento RR Paulo Henrique de Santana / CCS