Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Contato

22ºBPM completa um ano sob novo comando


O 22º Batalhão de Polícia Militar (BPM) completou no sábado, 6, um ano sob o comando do tenente-coronel Maurício Gonçalves Viríssimo. O BPM localiza-se na parte Continental da cidade Florianópolis e conta, atualmente, com um efetivo de cento e quarenta policiais militares.

Apesar do ano de 2020 ser considerado atípico em virtude da pandemia, a atuação da Unidade focou no campo da prevenção, executando os programas institucionais e operações pontuais no combate à criminalidade e apoio a fiscalização do COVID-19. O tenente-coronel Maurício, que atua há vinte e três anos na PMSC, exaltou o trabalho realizado por sua tropa, apresentando os resultados em números.

Segundo ele, no último ano, foram realizadas rondas em estabelecimentos comerciais, rondas escolares, evitando a ação de vândalos nas escolas fechadas, e mais de mil e setecentas visitas preventivas do Programa Rede Catarina de Proteção à Mulher, tendo atualmente o batalhão, cerca de trinta mulheres com medidas protetivas expedidas pelo Poder Judiciário, sendo atendidas.

Atualmente, no 22º BPM, as guarnições são divididas em Radiopatrulha, Policiamento Ostensivo a Pé, Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT), Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas (ROCAM), Agência de Inteligência, Programa Educacional de Resistência às Drogas e à Violência (Proerd), Ronda Comercial, Ronda Escolar, Rede Catarina e Expediente.

Rede de Vizinhos e DOA - Na Rede de vizinhos, o 22º BPM conta com atualmente cerca de cinquenta redes, tendo aproximadamente mais de duas mil e seiscentas pessoas atuantes na proteção e parceria com a Polícia Militar.

A região continental da Capital conta com apenas um Conselho Comunitário de Segurança (Conseg), sendo ele localizado no bairro Coqueiros. O 22º BPM ainda participa da Força Tarefa de Defesa, Orientação e Apoio às Pessoas em situação de Rua – DOA- PSR, que junto com a assistentes sociais e COMCAP – PMF, auxiliam na manutenção da limpeza e ordem nos bairros do continente.

Na repreensão qualificada, a Polícia Militar já realizou este ano mais de mil operações, tendo a produtividade atingido a marca de mais de oitocentas e quarenta pessoas presas/apreendidas/detidas e vinte e nove armas de fogo foram retiradas de circulação. ‘’Nossas operações são cirúrgicas, e os comandos de trânsito são fundamentais, pois o crime também anda sobre rodas”, enfatizou o comandante.

Apreensões de drogas e diminuição de crimes - Neste período entre 05 de março de 2020 e 05 de março deste ano, foram apreendidas 50 kg de maconha, 5 kg de cocaína, 3 kg de crack, 873 comprimidos de ecstasy.

No quesito relacionado aos roubos, o 22º BPM teve uma redução bastante significativa, com uma queda de 35% dos roubos 23% dos furtos.

Finalizando os números no período, temos o registro geral de 720 boletins de ocorrências, somados a 450 boletins que resultaram em termos circunstanciados e 900 boletins de acidente de trânsito.

Destacam-se as parcerias do Poder Judiciário, Ministério Público e Polícia Civil, onde resultaram em grandes operações integradas, com êxito nas buscas, e por consequência os presos foram condenados a elevadas penas, desmobilizando as principais lideranças de facções criminosas nas ruas. O Ministério Público e Poder Judiciário disponibilizaram mais de R$ 800 mil em recursos para aprimoramento da rede de câmeras dos bairros do Continente. Outro ponto a destacar é a união entre as Forças Armadas Brasileiras (Exército Brasileiro e Marinha do Brasil) e o 22ºBPM onde trocam experiências e realizam treinamentos constantemente. Além disso, foram firmadas parcerias com entes privados. “Seguimos adiante, fazendo o básico, bem feito.”, finalizou o tenente-coronel Maurício.