Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Contato

Acolhimento religioso e psicológico é realizado em Criciúma


A 6ª Região de Polícia Militar (RPM) e a Diretoria de Saúde e Promoção Social (DSPS) realizaram na manhã desta quarta-feira, 23, acolhimento religioso e psicológico aos policiais militares, agentes temporários e membros do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) envolvidos na ocorrência do dia 1°, em Criciúma, onde ocorreu o maior roubo a banco da história de Santa Catarina.

No início do encontro, o comandante da RPM, coronel Evandro de Andrade Fraga, destacou a importância da atenção aos integrantes no fortalecimento da fé, da esperança e do entusiasmo para seguir em frente. Suas palavras foram reforçadas pelo capitão capelão Marcos Antônio Mota Moraes, que destacou o amor e a esperança como dois pilares fundamentais em momentos como esses.

Em seguida, o Serviço de Psicologia realizou uma atividade em grupo para os militares e civis envolvidos diretamente na ocorrência, propiciando um momento de acolhimento, desabafo e escuta. A atividade complementa o acompanhamento individualizado que alguns militares já estão tendo por parte dos serviços de psicologia e de saúde local.

Por fim, o coronel Fraga agradeceu ao comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina, coronel Dionei Tonet, e ao diretor da DSPS, coronel Zelindro Ismael Farias, que se sensibilizaram e atenderam o pedido da 6ª RPM para a realização da atividade específica.