Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Bem-Te-Vi

Arma que seria usada em cobrança do tráfico drogas é apreendida pela PM


Por volta das 10h45 desta quarta-feira, 22, em Chapecó, a Polícia Militar (PM) realizou a apreensão de dois adolescentes, um de 16 e outro de 17 anos, por tráfico de drogas e posse ilegal de arma de fogo. Na casa onde eles foram encontrados, os policiais localizaram um revólver calibre 32, crack e cocaína. O adolescente de 16 anos confessou que traficava no local e que a arma seria utilizada em uma cobrança de dívida de entorpecentes.

A ocorrência iniciou quando uma guarnição do Pelotão de Patrulhamento Tático (PPT) do 2º Batalhão de Polícia Militar de Fronteira (BPM/Fron), que realizava rondas pelo local conhecido como baixada do São Pedro, avistou o adolescente de 16 anos, que estava em via pública, em atitude suspeita. Ao perceber a presença da PM, ele saiu correndo, dando a entender que estaria escondendo algo ilícito. Ele entrou em uma casa e pulou por uma janela, mas acabou cercado e abordado pelos militares.

Questionado se havia algo de ilícito na residência, o jovem informou aos policiais que, em um armário no quarto, havia uma arma de fogo, negando outros delitos. Com isso, os policiais localizaram o revólver Taurus calibre 32, com quatro munições intactas, e duas balanças de precisão, utilizadas para pesar e fracionar as drogas comercializadas.

Ainda durante as buscas, os militares também acabaram abordando um outro adolescente, de 17 anos, com o qual foram localizadas duas buchas de cocaína e uma pedra de crack, reforçando as suspeitas de que existia tráfico de drogas no local, motivo pelo qual foi acionado o Canil. Em buscas, o cão de faro localizou mais uma pedra de crack, que pesou 7,6 gramas.

Com a descoberta, o jovem de 16 anos confessou aos policiais que realmente traficava no local e que teria pego o revólver emprestado para cobrar uma dívida.

Diante dos fatos, os dois detidos e o material apreendido foram entregues à Central de Plantão Policial (CPP) de Chapecó, para que os procedimentos legais cabíveis fossem realizados.