Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Contato

Mais de 1.000 pés de maconha são encontrados no Abraão


No início da noite desta quinta-feira, 17, por volta das 20h, na Avenida Patrício Caldeira de Andrade, no Abraão, região continental de Florianópolis, foi registrada mais uma ocorrência de tráfico de drogas e tentativa de homicídio. Policiais do 22º Batalhão de Polícia MIlitar (BPM) apreenderam 1.048 pés de maconha em uma residência. Três pessoas foram presas.

A Polícia Militar estava realizando barreira policial na região quando abordou um Fiat/Strada, que era conduzido por um homem. Na busca veicular foram encontrados sacos contendo maconha e alguns equipamentos utilizados para o cultivo e armazenamento da droga.

Questionado, o condutor informou onde haveria uma plantação de erva, em uma residência próxima. Com isso, guarnições deslocaram até o local, onde localizaram a plantaçao de maconha.

Na residência havia apenas um homem, de 21 anos. Logo na chegada, um veiculo que supostamente iria entrar na casa tentou fugir dos policiais, mas acabou abordado mais à frente, já na Rua João Meirelles.

No interior da edificação, os policiais encontraram, no segundo andar, três quartos com estrutura de estufa e diversos pés de maconha, bem como algumas mudas. Já no terceiro andar, estava montada outra estufa, com sistema de iluminação  e ventilação apropriada, em todo o andar, com pés maiores.

Ainda foi possível constatar que a energia utilizada na residência era irregular, furtada, segundo laudo feito pela Centrais Elétricas de Santa Catarina (Celesc). Dentro da residência haviam diversos sacos de areia e adubos, utilizados para o cultivo, além de galões com produtos utilizados para a mesma finalidade.

Por fim, ao todo, foram apreendidos 1.048 pés de maconha, aproximadamente 30 sacos  já embalados com a erva, R$ 17.563 em dinheiro, dois carros, quatro celulares, um notebook e um caderno com contabilidade do tráfico e nomes de pessoas envolvidas. Todo material, como ar condicionados e adubos utilizados para a produção da droga foram entregues na delegacia, para que as medidas legais cabíveis fossem tomadas.

Participaram da ação as guarnições do 22º BPM, com apoio da  Comando de Policiamento Militar Ambiental (CPMA), Diretoria de Apoio Logístico e Financeiro (DALF), Polícia Civil, Instituto Geral de Perícias (IGP) e Celesc.