Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Contato

PM apreende armas, munições e material para caça ilegal


No sábado, 2, policiais militares do 3º Batalhão de Polícia Militar (BPM) em ação conjunta com policiais da 3ª Companhia do 2º Batalhão de Polícia Militar Ambiental apreenderam um arsenal entre armas e munições utilizadas para a caça de animais silvestres.

Os policiais apreenderam um revólver, calibre 38, alimentado com seis munições intactas, assim como seis munições intactas no coldre em que estava armazenado, uma carabina de pressão, modificada para arma de fogo calibre 22, com uma munição deflagrada na câmara, seis espingardas de diversos calibres, um revólver, marca Rossi, calibre 22 com capacidade para sete tiros, uma garrucha calibre 22, diversas munições de variados calibres, uma luneta, quatro cintas porta cartucho, insumos para a confecção de cartuchos, duas armadilhas com percussão de cartuchos utilizadas em atividades de caça, assim como variados materiais utilizados na caça a animais silvestres, também foi localizado uma baitaca presa em uma gaiola e uma pele de lontra.

A ação que aconteceu na localidade de São João da Barra, município de Mafra, teve quatro pessoas conduzidas para a Delegacia de Polícia Civil por porte e posse ilegal de arma de fogo de uso restrito, porte e posse de arma de fogo de uso permitido, caça ilegal, assim como manter em cativeiro animal da fauna silvestre.

Inicialmente os policiais receberam informações de que várias pessoas estariam realizando caça ilegal próximas à localidade de São João da Barra. As denúncias informavam que caçadores portavam armas longas e curtas de diversos calibres, bem como que já haviam abatido animais na região.

Uma guarnição do 3º BPM, juntamente com a Polícia Militar Ambiental, deslocou para apurar as denúncias. Nas proximidades da Fazenda Batatais, no início da estrada que dá acesso àquela localidade, foi avistado dois homens em atitude suspeita, parados ao lado um veículo, os quais foram abordados. Em sequência, realizada a busca veicular onde foi localizado um revólver, calibre 38, alimentado com seis munições intactas, assim como seis munições intactas no coldre em que estava armazenado. Também foi localizada uma carabina de pressão, modificada para arma de fogo calibre 22, com uma munição deflagrada na câmara, assim como uma luneta acoplada. Um dos abordados, proprietário do veículo, assumiu a propriedade dos armamentos.


Em seguida, chegou ao local um homem, o qual também foi abordado. Nas denúncias, este era suspeito de armazenar armas em sua residência, para a caça nos arredores. Indagado sobre o teor das denúncias, afirmou não possuir arma em sua residência, bem como que autorizava a polícia a fazer buscar na sua casa.

Uma guarnição deslocou até a residência do suspeito, onde foram localizados: seis espingardas de diversos calibres, um revólver calibre 22 com capacidade para sete tiros, uma garrucha calibre 22, diversas munições de variados calibres, uma luneta, quatro cintas porta cartucho, insumos para a confecção de cartuchos, duas armadilhas com percussão de cartuchos utilizadas em atividades de caça, assim como variados materiais utilizados na caça a animais silvestres. Também foi localizada uma baitaca presa em uma gaiola, uma pele de lontra e um jacu morto congelado no freezer.

Uma das armas encontradas, uma carabina calibre 22, com luneta acoplada, bem como seu carregador alimentado com 10 munições, estava registrada em nome de outro homem, o qual havia acabado de sair da casa em direção à rodovia BR 280, porém foi abordado pelas guarnições que estavam com os detidos. Diante dos fatos, as quatro pessoas detidas foram conduzidas, juntamente com todo material apreendido, para a Delegacia de Polícia Civil de Mafra.