Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Bem-Te-Vi

PMSC em Blumenau recebe recursos do Governo do Estado


O governador Carlos Moisés anunciou na manhã desta segunda-feira, 23, o reforço de efetivo para a Polícia Militar em Blumenau. Os 60 novos soldados serão convocados no concurso que está em andamento e enviados a Blumenau logo após o curso de formação. Além disso, serão feitos investimentos de R$ 300 mil para a criação do Centro de Treinamento do 10º Batalhão de Polícia Militar e Bombeiros Militar.

Segundo o comandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) e presidente do Colegiado Superior de Segurança Pública e Perícia Oficial, coronel Carlos Alberto de Araújo Gomes Júnior, “embora Blumenau tenha índices de criminalidade considerados baixos, a cidade do Vale do Itajaí é a que tem, historicamente, o maior déficit no policiamento ostensivo em Santa Catarina”.

O coronel Araújo Gomes lembrou que existe um concurso em andamento para a contratação de mil soldados e 75 oficiais da Polícia Militar. Depois de convocados, os praças passam em média por nove meses de curso e, após aprovação, são distribuídos para as unidades operacionais no Estado.

A distribuição do efetivo se dará por critérios técnicos, com a análise de situação em cada município e os índices de criminalidade. "Segurança é sempre um anseio crescente da sociedade. A vinda de policiais para a cidade representa, na ponta da linha, o compromisso do governador com Blumenau", frisou o comandante-geral da PMSC.

Centro de Treinamento

O governador Carlos Moisés também assinou a liberação de R$ 300 mil para a reestruturação e aquisição de equipamentos para criação de Centro de Treinamento para os policiais do 10º Batalhão de Polícia Militar e bombeiros. O prédio era objeto de disputa judicial há 20 anos e, nesse período, nunca passou por reformas. O Estado saiu vitorioso no litígio e o imóvel foi repassado à Polícia Militar. Conforme o comandante do 10º Batalhão, tenente-coronel Jefferson Schmidt, há planos de abrir a academia à comunidade para realização de projetos sociais. A PM planeja, por exemplo, oferecer cursos gratuitos de autodefesa para mulheres.