Foto: Presentes e Protegendo
Foto: Polícia Militar de Santa Catarina
Responsive image
Responsive image
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Contato

PMSC irá contar com novas tecnologias na segurança da 36ª Oktoberfest


Na última quinta-feira, 3, em Blumenau, o 10ª Batalhão de Polícia Militar (BPM) participou da coletiva de imprensa do Planejamento Estratégico da Segurança Pública da 36ª Oktoberfest. O evento contou com a presença do subcomandante-geral da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC), coronel Cláudio Roberto Koglin, dentre outras autoridades civis e militares.

Dentre os destaques está a utilização de novas tecnologias de policiamento. Para reforçar o efetivo, o 10º BPM receberá policiais de outras regiões, sendo 30 ao longo da semana e outros 100 aos finais de semana. Além disso, todas as equipes estarão equipadas com tablets e smartphones para acesso ao PMSC Mobile (aplicativo para gerenciamento de ocorrências) e câmeras acopladas aos coletes policiais, registrando em áudio e vídeo a relação do policial com o cidadão. Aeronaves Remotamente Pilotadas (drones) sobrevoarão no entorno da Vila Germânica e da Rua XV de Novembro nos dias de desfile. Uma delas está equipada com uma câmera especial que permite a aproximação da imagem em 30 vezes.

Para o monitoramento de pontos estratégicos do município e de toda a área do evento, haverá um Posto de Comando Avançado, com acesso a todas as câmeras. Nessas imagens, será aplicada a tecnologia de reconhecimento facial, tendo como objetivo a identificação de pessoas com mandados de prisão ativos. De modo conjunto, os equipamentos de gravação no entorno do evento funcionarão com a solução de leitura de placas de veículos (OCR), permitindo o monitoramento do trânsito local e verificando diversas ilegalidades em tempo real, tais como carros com registro de roubo ou furto.

A PMSC é a força policial com maior número de drones e de policiais capacitados para operar o equipamento, lembrou o subcomandante-geral, coronel Koglin. “Houve tempos em que era necessário o emprego de mais de 200 policiais. Hoje, com a funcionalidade e a eficiência das novas tecnologias de policiamento, estamos alocando menos policiais e garantindo melhor qualidade e segurança”, ressaltou  o coronel.