Foto: Lema da unidade
Foto: Foto da unidade da Polícia Militar de Santa Catarina
Notícias
Cidadão
Unidades
Boletim de Ocorrência
Denúncia
Contato

Quase 30 kg de maconha são apreendidos em Criciúma


Policiais do 9° Batalhão de Polícia Militar (BPM) apreenderam quase 30 kg de maconha nesta segunda-feira, 16, em Criciúma. O fato aconteceu por volta das 20h30 na Rua Evanelir Dias, bairro Jardim União. Além da maconha, também foram apreendidos cocaína, dinheiro e outros objetos relacionados ao tráfico de drogas.

Inicialmente, os policiais receberam a informação de que um homem estaria utilizando um GM/Celta para entregar entorpecentes pela região. Da mesma forma, foi repassado que o envolvido utilizava uma determinada residência para guardar a droga. Com base nisso, as guarnições passaram a intensificar as rondas e a observação pelas redondezas.

E na noite desta segunda, o veículo foi avistado em frente à residência que vinha sendo monitorada. Ele estava mal estacionado, na via, como se fosse sair rapidamente.

Nisso, os policiais foram a uma rua lateral, onde foi possível ver pela porta da residência, que estava aberta, um homem manuseando e pesando tabletes de maconha.

Diante do flagrante delito, os militares entraram no terreno e cercaram a residência. No local, foram apreendidos 28,259 kg de maconha, 652 gramas de cocaína, 5.949 gramas de cafeína e 821 gramas de substância não identificada. Além disso, também foram apreendidas duas balanças de precisão, uma faca com resquícios de maconha, rolos de fita adesiva e uma caderneta com anotações referentes ao tráfico.

Questionado sobre o que foi encontrado na residência, o homem mencionou que era novato no tráfico de drogas, que tinha sido contratado há pouco tempo e não conhecia o dono da droga. Disse que apenas mantinha contato por telefone.

Contou aos policiais que apenas utilizavam o local para guardar o entorpecente, e que morava no bairro Imperatriz, junto com sua família.

Em sua residência, a guarnição foi recebida por sua esposa, que autorizou a entrada na casa e informou que não havia nada de ilícito no local.

Quando foi informada a respeito da situação de seu marido e, questionada novamente, a mulher informou que havia um local no armário da cozinha que apenas ele mexia, e não sabia o que guardava. Lá, os policiais encontraram a quantia de R$ 10.695 dentro de uma panela. A mulher alegou desconhecer a origem do dinheiro, já que segundo ela seu marido estava desempregado há 3 meses.

Como mais nada de ilícito foi encontrado, a mulher foi qualificada e liberada no local, já que não foi possível constatar sua ligação com o crime de tráfico de drogas. No momento da busca ela estava cuidando sozinha de três crianças pequenas.